Entrevista com Lara St. John

Por Laurie Niles August 18, 2009

Traduzido por Israel H. Dutra

Lara St. John, que sabemos de suas gravações de música cigana, as Sonatas e Partitas de Bach e, mais recentemente, o Vivaldi e Piazzolla Four Seasons, puxado juntamente amigos de todo o mundo para este projecto: Canadense folk violinista Daniel Lapp, o contrabaixista Met Mark Timmerman, acordeonista israelita e percussionista Ronn Yedidia, pau-para-toda-obra baixista Jack Campbell, Califórnia trompista francês Andy Doe, percussionista Yuval Edoot, e William Barton.

Eu definitivamente queria falar com Lara sobre como ela veio com essa idéia e fez dela uma realidade. E assim falou, em sua maioria por e-mail, e aqui está o que ela escreveu:

.

Laurie: Como é que os músicos se reúnem para Polkastra para este projeto? Como vocês se conheceram?

Lara St. John: Todos os membros Polkastra são meus amigos – mas muitas deles se conheceram fazendo este projeto. Quando eu comecei a montar o núcleo da idéia, que eu precisava para introduzir Ronn Yedidia (acordeão) e Yuval Edoot (percussão) a Daniel Lapp (violino, trompete, guitarra e voz), então naturalmente, eu tinha uma festa de lasanha no apartamento.  Todos eles trouxeram seus instrumentos, foi uma loucura, e ainda estou orgulhosa do fato de que finalmente eu tenho uma denúncia (por volta da meia-noite em Manhattan – não é mau) de cinco andares abaixo sobre os ruídos (todos os outros pisos foram gostando imensamente).

Laurie: o que disparou o seu interesse no gênero da polca? Você tem uma polca favorito? O que você acha mais convincente sobre a polca? O que é mais desafiador para o violinista?

Lara St. John: Nós fizemos um álbum de Polka porque nós decidimos que a polca foi um gênero que precisava de algo novo. Nos últimos anos, em muitos os Estados Unidos, ele se tornou um estilo isolado e até mesmo ultrapassado (ou, pior ainda, na “velha” idéia). Decidimos trazer as verdadeiras origens dessa dança, que abrange quase todos os países da Europa, e também tem uma forte tradição de Novo Mundo, até hoje, como qualquer um no Centro-Oeste, bem sabe. Muitos compositores clássicos, de Beethoven a Smetana (e especialmente Strauss) foram inspirados por ela em um ponto ou outro, assim os nossos clássicos “tributos”. Com este incrível grupo de músicos poderíamos ter feito quase tudo, porém decidi dançar, rir e fazer a galera fazer o mesmo.

Laurie: Vocês todos colaboraram nas ideias para as várias polcas? Notei que vários membros da banda criaram a maioria das polcas para este álbum, como foi esse processo? Ficaram juntos e tentaram coisas, ou será que cada compositor foi para casa, escrever uma,  e então todo mundo experimentou?

Ninguém tinha tempo para ir para casa e escrever qualquer coisa – a maior parte do álbum foi feito quando nos reunimos apenas uma vez, foram três grandes dias em fevereiro. Daniel, nosso especialista em Polka, tinha um monte de polcas que ele havia escrito. Os números clássicos foram feitos com antecedência, organizado por Matt Van Brink, e ensaiou naquele mesmo tempo curto. Ronn Yedidia é mais de um compositor e pianista na vida real do que um acordeonista, por isso ele também escreveu algumas músicas para o grupo. Honestamente, eu ainda não posso acreditar que toda a coisa realmente funcionou. Foi uma loucura total, e fantasticamente divertida.

Laurie: Quais são suas metas daqui para frente? (Concertos, gravação de projetos, outros projetos, a vida em geral?)

Lara St. John: Bem, a primeira coisa que eu tenho que fazer quando eu sair de férias em 9 de setembro (e cortar as unhas da mão esquerda), será o nosso show Polkastra fabuloso, com todos nós juntos novamente no Le Poisson Rouge, em Nova Iorque em 14 de setembro. Que grande maneira de começar a temporada. Depois disso, é vida normal novamente.

Quanto aos projetos de gravação, eu tenho muitas em mente, e pelo menos uma, se não duas, terei chegado a um bom termo a esta altura no próximo ano. No entanto, a minha gravadora acaba de lançar quatro gravações grande nos últimos dois anos, todos elas completamente diferente, então eu acho que estou de férias por um pouco.

Quem desejar conhecer a Polktrasta pode visitar a página do myspace.

http://www.myspace.com/polkastra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s