Guia de Cordas – Parte 2

As maiores marcas de cordas disponíveis no mercado

  • Dominant: Estas cordas de núcleo sintético testada pelo tempo são uma boa escolha para estudantes ou qualquer um que queira cordas de qualidade por um preço razoável.Cordas Dominant são provavelmente as cordas mais populares do mundo. É a escolha básica de muitos violinistas, incluindo várias combinações com outras cordas. Estas cordas, como todas as cordas de núcleo de perlon, tem grande flexibilidade, núcleo de nylon multi-filamento e serve para artistas que se sentem desconfortáveis com cordas de aço. O som das cordas Dominant é cheio e ambíguo, rico em overtones. É radiante e pode projetar sem soar metálico. Enquanto alguns acreditam que as cordas Dominant são comparáveis em qualidade sonora com as de tripa sem as desvantagens da corda de tripa, outros discordam. No entanto, estas cordas são claramente um degrau acima das cordas de aço mais recentes. Cordas Dominant têm a tendência de “quebra” (unwind, perder o revestimento da corda). São vendidas em três durezas: Alta, média e baixa. Adquira de acordo com seu instrumento ou misture e case. Nota: Você precisará tangê-las por alguns dias para eliminar qualquer sinal de som metálico quando são novíssimas, recém tiradas da embalagem. Elas devem ser trocadas em intervalos regulares para manter a sonoridade.
  • Evah Pirazzi: As cordas de núcleo sintético Evah Pirazzi têm um inacreditável e poderoso som, alcance e modulação. Som cheio e afinado, casado com estabilidade e fácil e rápida resposta à execução. Disponível em Espessa, média e fina. Você pode ter um bom som sem muito esforço. Som quente e brilhante, mas devem ser trocadas regularmente. Alguns músicos acham as cordas super-dimensionadas, e maiores tensões podem ser muito grande para alguns instrumentos, novamente demonstrando que o casamento entre instrumento e corda é um desafio.
  • Thomastik-Vision: A linha Vision de cordas da Thomastik é nova no mercado. Possuem curto período de quebra, grande estabilidade, de fácil execução, e um tom focado, claro, brilhante e aberto segundo o fabricante. Feito com um novo, forte e inovativo núcleo sintético composto, elas são vendidas nas versões Solo (Titanium), Orchestral (Titanium) e “Regular” (não Titanium), a variedade depende do som que se deseja produzir. As cordas Titanium Solo são muito potentes e de som brilhante com muitas modulações e overtones decedentes, no entanto esses overtones podem soar um pouco estridente em alguns instrumentos e alguns músicos acham o tom elevado. A linha Orchestra tem características similares as da Solista, mas são mais quentes e servem como ligação na execução da orquestra, com altas modulações e maior durabilidade da corda. A Linha regular Non-Titanium (sem titânio) é comparada à, mas ultrapassa as Dominats em durabilidade e sonoridade, acreditam alguns. Uma nova versão da Solo, versão das cordas Vision Non-Titanium Regular tem recebido depoimentos favoráveis de alguns músicos. As cordas Vision vêm em três diferentes espessuras e podem ser misturadas ou casadas com outras cordas.
  • Larsen Tzigane: Estas cordas de núcleo sintético novo têm recebido comentários favoráveis dos violinistas. Elas parecem ter ricos undertones e um bom alcance de timbre para cordas sintéticas, boa projeção e resposta com menos tensão que outras cordas.
  • Pirastro Passione: Estas cordas de tripa são ainda novas, mas tem recebido comentários favoráveis de alguns músicos. Pirastro gut strings are still new but have received favorable comments from some musicians. A Pirastro diz que estas cordas modernas de tripa têm overtones complexos característicos das cordas de tripa como Eudoxa and Oliv, mas com melhor estabilidade e com quebras menores que as cordas de tripa típicas. Novas revisões parecem concordar. Elas têm maravilhosos undertones sem os típicos problemas de instabilidade de outras cordas de tripa.
  • Pirastro Eudoxa: Cordas de tripa Pirastro Eudoxa são maravilhosamente ricas, quentes e de som cheio. A resposta tende a ser mais lenta (comparada a Kaplan Golden SPirals, elas tendem a ser mais fáceis de serem tocadas) e elas podem soar abafadas em alguns instrumentos novos. Estas cordas são feitas para compor. São melhores em antigos violinos Alemães e Italianos, mas como regra não deve lhe privar da experiência de provar a riqueza de uma corda de tripa. Nota: Se você está querendo cordas de tripa em sua viola, mas acha a corda C sem resposta, tente diminuir a tensão ou tente a Corelli’s viola gut C strings (Eles tbm fazem a viola gut G string).
  • Pirastro Oliv: Esta corda excelente de tripa tem mais brilho e rapidez na resposta que a Eudoxa (e mais metais preciosos nos filamentos), mas elas têm um preço de etiqueta alto. Elas podem ser absolutamente fáceis de tocar quando combinadas com um instrumento de cordas combinadas. Qualquer corda de tripa requer algum tempo de uso para esticar a corda (quando a corda fica mais estável), antes desse tempo ela perde o seu potencial.
  • Pirastro Wondertone Solo: Estas cordas deveriam ser as melhores entre duas grandes: Evah Pirazzi e Obligato: A cor e a força da Evah com a riqueza e escuridão das Obligatos, simultaneamente ser como as Vision, tendo um período de quebra menor com extrema estabilidade. Elas acompanham isso de perto, mas a conseqüência é menor poder que as Evah, são algo como arranhado no início. Depois de tocadas o som torna-se redondo. São claramente estáveis e se ajustam muito rápido. A corda Sol pode ser um pouco quadrada, e ambas as cordas Mi que vem com o jogo de cordas, apitam muito na maioria dos instrumentos. A corda Mi da Hill trabalha melhor. É melhor para instrumentos novos que precisam de maior profundidade. Duram bastante tempo.
  • Damian Dlugolecki: As cordas Dlugolecki’s são consideradas por muitos como sendo as melhores cordas de tripa do Mercado. Ele faz as cordas tanto envernizadas quanto sem verniz sob encomenda. Cordas envernizadas são boas para músicos que vivem lugares de clima úmido ou que tenham dificuldades em manter o espelho (fingerboard) seco. As cordas Dlugolecki esticam muito rapidamente e tem uma resposta muito boa. Músicos podem solicitar o tipo de tensão no momento da encomenda a um distribuidor de cordas onde tenham poucas opções de cordas de tripa com tensão especificada.
  • Kaplan Golden Spiral: Estas cordas de núcleo de tripa produzem um som muito rico e quente. Diz-se ser de excelente para solos e ensembles (conjunto). Podem ser difíceis de serem tocadas, a linha Solo é menos difícil.
  • Obligato: Cordas Obligato de todas as cordas de nucleo sintético parecem ser a mais parecida em sonoridade com as cordas de núcleo de tripa. (não se engane se, no entanto estas não forem a resposta definitiva para as cordas de tripa – ainda não há) Porém, elas são as que apresentam melhor resposta e brilho que as cordas de tripa. A Obligato Mi revestida de ouro é uma corda muito boa, sendo tonalmente menos agressiva que a Eudoxa Oliv Gold E String (apesar de que todas as cordas revestidas em ouro tendem a apitar). Boa para instrumentos com grande claridade.
  • Pirastro Tonica:Uma das respostas da Pirastro para as Thomastik’s Dominants (a outra sendo as cordas Aricore). Este compartilha um monte de virtudes das Dominant, no entanto tendem ter um pouco mais de complexidade e usualmente não sofrem de picos metálicos quando colocadas recentemente no instrumento. Uma corda de proposta múltipla muito boa. Se você pensa que só há Dominant, você deveria experimentar a Pirastro Tonica.

[…]Continua[…]

Guia de Cordas – Parte 1

Guia de Cordas – Parte 2

Guia de Cordas – Parte 3

Pirastro Eudoxa
Cordas de tripa Pirastro Eudoxa são maravilhosamente ricas, quentes e de som cheio. A resposta tende a ser mais lenta (comparada a Kaplan Golden SPirals, elas tendem a ser mais fáceis de serem tocadas) e elas podem soar abafadas em alguns instrumentos novos. Estas cordas são feitas para compor. São melhores em antigos violinos Alemães e Italianos, mas como regra não deve lhe privar da experiência de provar a riqueza de uma corda de tripa. Nota: Se você está querendo cordas de tripa em sua viola, mas acha a corda C sem resposta, tente diminuir a tensão ou tente a Corelli’s viola gut C strings (Eles tbm fazem a viola gut G string).Piastro Olive
Esta corda excelente de tripa tem mais brilho e rapidez na resposta que a Eudoxa (e mais metais preciosos nos filamentos), mas elas têm um preço de etiqueta alto. Elas podem ser absolutamente fáceis de tocar quando combinadas com um instrumento de cordas combinadas. Qualquer corda de tripa requer algum tempo de uso para esticar a corda (quando a corda fica mais estável), antes desse tempo ela perde o seu potencial.

Pirastro Wondertone Solo
Estas cordas deveriam ser as melhores entre duas grandes: Evah Pirazzi e Obligato: A cor e a força da Evah com a riqueza e escuridão das Obligatos, simultaneamente ser como as Vision, tendo um período de quebra menor com extrema estabilidade. Elas acompanham isso de perto, mas a conseqüência é menor poder que as Evah, são algo como arranhado no início. Depois de tocadas o som torna-se redondo. São claramente estáveis e se ajustam muito rápido. A corda Sol pode ser um pouco quadrada, e ambas as cordas Mi que vem com o jogo de cordas, apitam muito na maioria dos instrumentos. A corda Mi da Hill trabalha melhor. É melhor para instrumentos novos que precisam de maior profundidade. Duram bastante tempo.

11 comentários sobre “Guia de Cordas – Parte 2

  1. Muito bom esse artigo, só nao achei nada sobre a infield. estou em dúvida sobre colocar no meu violino um jogo de cordas obligato ou um jogo infield blue com a corda mi gold da infield red. Qual poderia me recomendar?
    Meu violino tem cerca de 10 anos de uso, e nao é de marca boa (nhureson), mas nao posso troca-lo no momento por isso quero colocar cordas melhores. Usava a d’dario helicore antes e dava um som amplo, mas um pouco aspero. Desde já agradeço.
    Abraços.

    • Olá Max, fica difícil te orientar a esse respeito. Existem diversas variáveis a levar em consideração.
      Quanto a Infield Red e Blue, nunca experimentei e nenhum de meus colegas aqui também, isso não quer dizer nada além de que simplesmente não sei o resultado prático. Por outro lado, meu grande amigo lá do sul do país me contou que estava usando a evah até um tempo e depois começou com a Red…

      Se me permite sugerir, um conjunto de cordas Dominant é sempre o mais recomendado. Custo benefício e um som bem agradável.

      Alguns amigos que possuem instrumento com som mais fechado preferem usar cordas de aço. O último com quem conversei ficou bem satisfeito com a Vision Titanium. Som potente e brilhante.

      Já no caso da Obligato e da Evah, são cordas caras, menos caras do que as de tripa e geralmente depois que se usa deixa viciado e fica difícil sustentar né… Pois bem, espero ter ajudado de alguma forma.

      Abraço e volte sempre!

      • Obrigado pelas dicas e por responder, vou repensar qual acordoamento eu coloco. Quanto ao custo das cordas, encontrei um site americano que envia para o Brasil, não comprei por ele ainda, mas tenho um amigo que já comprou e ficou satisfeito. O site é http://www.concordmusic.com e realmente é mais barato, um exemplo, um acordoamento evah sai por 70 dolares + 10 dolares do envio, mais ou menos uns 140 reais, e tem muitos outros acordoamentos e acessórios fica a dica.
        abraço e voltarei sempre.

  2. Parabéns pelo grande site, .
    Israel voce poderia me falar qual corda poderia deixar minha viola (eagle ) com um som mais melôdico e suave,estava pessando numa Pirastro Tonica é um a boa Ideia ?

    Desde Já agradeço
    Cesar

    • Obrigado!

      Acho que é uma boa idéia sim. Veja as diferenças de tensão da corda, elas também podem interferir no efeito desejado. No caso, para um som mais suave o recomendado é baixa tensão. Nem todas as cordas possuem os 3 tipos de tensão. Vais precisar pesquisar. Boa sorte!

      • Muito Obrigado pela a resposta !!!

        Israel tenho uma outra pergunta.
        Alguns dias atrás meu amigo falou que um bom cavalete com uma boa corda ( Pirastro Tonica a qual voce me confirmou que é uma boa opção ) ajudava muito no resultado do som . Gostaria de saber se isso esta correto e se sim poderia me indicar um bom cavalete ?

        Agradeço desde já por tudo
        Cesar

      • Cesar,

        Vamos refletir o que é preciso para que seu instrumento funcione bem.

        Supondo que seu violino foi fabricado com as condições ideais e sabendo que a produção de som se baseia na friccção, o atrito entre o arco e a corda. Então para que alcancemos o nível de vibrações que nosso instrumento no permite chegar é necessário um bom arco, com uma ótima crina, que vai precisar de um ótimo breu, que ao fazer contato com uma ótima corda vai tirar o máximo de vibrações possível e que para ser transmitido para o corpo do violino, vai precisar de um ótimo cavelete, que seja capaz de cumprir essa tarefa.

        Ou seja, se houver apenas 1 item destes que estiver muito ruim, todo o sistema será afetado. Levando em consideração que nosso padrão de vida geralmente não está ao nível de adquirir tudo do melhor de uma vez só, nos resta saber equilibrar o sistema.

        Conselho: Podes comprar um cavelete de 2000 reais…se você inventar a gambiarra de querer colocar o bichinho sozinho vais ter o mesmo resultado se comprar um de 6 reais. ENTÃO, lembre-se, é o preço do cavalete mais a mão de obra do luthier que vai fazer os ajustes necessário para que seu instrumento funcione nas melhores condições possíveis.

        Existem algumas marcas como Teller ou Aubert que são cavaletes alemães bem indicados.

        ESPERO TER AJUDADO – não esqueça – estou agora no endereço novo http://violinovermelho.com.br

        Abraços😉

  3. Olá Israel!! Tdo bem?
    Vi vc ajudando nossos amigos com dúvidas e resolvi perguntar tbém..rs..
    Então, tava querendo por as cordas Evah Pirazzi no meu violino e vi q/ tem Espessa, média e fina, gostaria de por a que deixasse meu instrumento com o som mais p/ grave e aveludado, qual das 3 espessuras vc acha q/ seria mais indicado?? Desde já agraço, grande abraço.

  4. Bom eu tenho.o violino eagle Vk544.Eu não to gostando do som,pq eu coloquei as cordas PRELUDE.
    Queria te pedir qual a corda melhor para ele ter um som que responde rapido e nao fica com o som de estudante.
    Me encomendaram estes aq abaixo.
    Evah ou Obligato ou Dominant
    mas da sua ajuda indica um desses

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s